Dou um passo atrás e recuo

O meu coração treme por dentro e questiona-se

As minhas ganas tornam-se fracas

E sinto medo da mudança

Não sei se sou capaz de saltar

As dúvidas tomam conta do meu corpo

De pé atrás reajo feroz

Dou um passo atrás e recuo

Muitas coisas a acontecer

E perco o controlo

As rotinas não encontram caminho

Desoriento-me na confusão

Solto gritos na alma sem direção

Difícil os hábitos que criamos

A paz que sentimos quando caminham connosco

Desconcertada lido com os meus anseios

O que outrora era certo agora parece impossível

E um sonho torna-se complicado

Sinto que já saltei

Voltar atrás não me parece opção

Só não sei se sou capaz de continuar em frente

Se terei forças emocionais suficientes para esta aventura

Estou em conflito com os meus sentimentos

Dou um passo atrás e recuo

Os dias escorregam-me das mãos

O meu canto seguro sai do meu alcance

Estou em terreno desconhecido

Aprender a viver de outra forma mexe comigo

A ideia romântica de viajar pelo mundo

Torna-se áspera e sinto frio na barriga

Prescindir do conforto deixa-me insegura

Estou numa corda bamba ainda sem equilíbrio

Tento encontrar um horizonte

Olhar o sol e relaxar

Deixar acontecer

Mas seria mentira se fosse fácil

Lidar com estes pensamentos da alma

E perguntar-me qual o caminho

Dou um passo atrás e recuo

E como uma criança com medo de andar

Seguro-me aos lugares que me são íntimos

Ao que conheço e controlo

Às bengalas da vida que nos estruturam

Sei que tenho de romper este medo

Enfrentar novos desafios

E ter bravura na minha história

Aquela que quero construir

E olhar com orgulho

Pisar solos desconhecidos

Aprender a viver novamente

Dou um passo atrás e recuo

Mas às vezes é necessário recuar

Para seguir em frente

È preciso ir atrás para ganhar balanço

As forças tomam conta de mim

Dei um passo atrás e recuei

Para ter a certeza que ao saltar não vou cair

Para saber que os passos novos que vou dar

Em caminhos desconhecidos que vou vivenciar

Vão ter em mim a audácia

Iluminar as novas rotinas que hão de nascer

Encontrar novos cantos seguros

E novas formas de me sentir em paz

Afinal dei um passo atrás

Recuei

Assumi

Senti me viva e honesta comigo

É difícil mudar

Hei-de conseguir reconstruir

Renascer em mim todos os dias

Ines Saldanha (Mae de 4 filhos Projecto windFamily)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s